terça-feira, 27 de novembro de 2007

Vivo? Nem morto!

Pra que você entenda... As palavras em negrito são os meus pensamentos) com alguns cortes de censura realizados, claro). Vocês não precisam ler os meus palavrõezinhos, por isso retirei-os.

Vamos lá... Teremos agora um aula de rapidez e eficiência!

- Bom dia senhora, em que posso ajudá-la?
- Eu queria cancelar um pacote de sms.
- Um momento senhora...
- Qual o número da conta com o código de area?
- 51 ********
- O nome completo do titular da linha?
- Cristiane ******* ******
- Um momento senhora que eu vou verificar.
- Na sua linha não consta nenhum pacote, senhora.
- Mas descontaram do meu saldo.
- Um momento senhora.

Ligação transferida.
- Fulano, bom dia, em que posso ajudar?
- Não... Sério? É o seguinte... Lá lá lá lá........ (Tudo o que já foi dito)
- O número da sua linha por favor, com o código de área.
- 51 ********
- O nome completo do titular da linha?
- Cristiane ******* ******
- O número do CPF do titular por favor?
- Ai ai ai ai ai... *** *** *** - **
- Um momento que eu vou verificar.
Minutos depois...
- Senhora...
- Sim ( senhora é a mãe seu arcaide)
- A sua última recarga foi de quanto?
- (Meu querido, eu não lembro do que eu comi ontem). Não sei... Não lembro.
- R$ 16,00, correto?
- (Se sabia, porque cargas d'água fez a pergunta?) Sim, R$ 16,00.
- Só um momento...

Ligação transferida.
- Não. Tão me tirando. Só pode.
- Fulano, bom dia, em que posso ajudá-la?
-
(Riso de nervoso)... É o seguinte: Toda a explicação novamente.
- O número da sua linha por favor, com o código de área.
- 51 ********
- O nome completo do titular da linha?
- Cristiane ******* ******
- O número do CPF do titular por favor?
- Ai ai ai ai ai...*** *** *** - **. Pra quantos mais eu vou ter que dizer todos esses dados de novo?
- Um momento senhora.
Minutos depois... Bem depois.

Ligação transferida
- Fulano, bom dia em que posso ajudar?
- Eu não estou te ouvindo direito.
- Alô! Senhora, eu não estou conseguindo ouvir.
- Alô?
- Alô?

Ligação transferida.
- %$@¨#&*()!(@&¨#%@$@
- Fulano, bom dia, em que posso ajudar?
- Não sei. Se 4 antes não souberam, talvez tu não possas ajudar também. Eu já falei com QUATRO! QUATRO! Tu é a quinta pessoa que me atende! Só pra cancelar um simples pacote!
- Pois não senhora? (Senhora é a mãe). (Passa a ligação pra mais alguém pra ver no que vai dar).
-
Seguinte. bla blá blá.... Bla blá blá... Entendeu?
- Um momento senhora.
Vale registrar, que a essas alturas, eu já havia saído do meu trabalho caminhando. Fui até uma cafeteria próxima do serviço (aguardando), cumprimentei um amigo que trabalha numa moto peças, comprei um sanduíche natural na cafeteria, paguei, agradeci (aguardando).
- Senhora?
- Sim.
- A senhora vai querer cancelar o pacote?
- Mas que pacote? (eu tenho ou eu não tenho)? (Nem sei mais!). Óbvio! Cancela! (Foi pra isso que eu liguei). (Ameba $%@¨#&@*&#@*&¨#)
- O número do protocolo é ****
- Eu não tenho como anotar o número agora.
- 001**...
- Queridooo, eu não tenho como anotar o número do protocolo agora. (Caminhando sempre).
- Sim, senhora.
- Por favor, vamos ser práticos. O pacote foi cancelado?
- Sim senhora.
- Então eu confio em ti (rsrsrsrs)
-
Mais alguma coisa senhora?
- (Mais 5 atendentes? Nem morto!)
-
Não obrigada.
- A Vivo agradece, tenha um bom dia!

Vale registrar também que a ligação para a central de relacionamento foi efetuada às 11:02. Desliguei o telefone as 11:37. Até tinha comentado isso com um novo amigo pelo msn e acabei mentindo pra ele sem querer. Não foram 26 minutos. Foram 35!!!!!!! Exatos 35 minutos de ligação. O celular tá de prova. rsrs

Isso é Brasil! Isso é praticidade! Isso é tecnologia!
Isso é palhaçada!





terça-feira, 13 de novembro de 2007

Ouro? Sonha neném...

Engraçado... eu tive um sonho... um não... dois...em noites diferentes... Já faz tempinho isso.
Numa noite, sonhei que tinha ouro debaixo da minha casa...
Na noite seguinte, sonhei que alguém me dizia que uma coisa que eu queria, tipo uma confirmação, iria vir em 3 dias...
Seria bom se fosse a descoberta de que realmente existia ouro debaixo da minha casa...Em 3 dias eu seria rica... ou milionária...

E 3 dias se passaram... adivinha?
Não tinha ouro debaixo da minha casa.... Talvez até tenha... Mas nem eu, nem ninguém procurou... Huahuahua.
Então, logicamente, não era isso...
Mas, nada de extraordinário aconteceu... Não recebi aumento... (que era uma coisa que eu esperava, tá? Dá licença? ), não conheci ninguém diferente... Enfim, nada de anormal, estranho ou desejado, aconteceu.

Moral da historinha:
Sonho que se sonha só, é só um sonho...
Sonho que se sonha junto é realidade...
Sonho que se sonha dormindo é sonho...nada mais criatura!!!